A mudança começa aqui

Durante uma campanha recente de literacia em Moçambique, distribuíram-se t-shirts que diziam algo como: “uma em cada duas pessoas não consegue ler esta frase”. Com o efeito de um murro no estômago, aquelas dez palavras alertavam para um cenário desolador de exclusão social, que – sabemos – afecta mais mulheres do que homens. 
 
É verdade que, em Moçambique, praticamente metade da população (total: 24 milhões de habitantes) está excluída do universo da leitura e da escrita. No entanto, o sentido da frase também pode ser invertido:

… uma em cada duas pessoas sabe ler!
 
Isso faz-nos acreditar que é possível contagiar cada vez mais pessoas com o bichinho da leitura.  Sonhamos, um dia, ver todas as pessoas à nossa volta lendo, discutindo e partilhando livros que fazem crescer, sonhar e viajar para lá da realidade do dia-a-dia.
 
A Formiga Juju nasceu como uma simples história, mas depressa evoluiu para um movimento cívico de promoção da leitura e expressão criativa. De forma espontânea e imprevista, assumimos a missão de levar livros onde eles não existem, produzindo materiais socialmente responsáveis e culturalmente relevantes.
Foto: Ouri Pota Pacamutondo
Acreditamos no poder transformativo de um livro nas mãos de uma criança. E queremos que os leitores de hoje sejam os autores de amanhã. 
 
Por isso dizemos, ao virar de cada página: a mudança começa aqui.

Deixe uma resposta

Comments flagged as spam will not appear until reviewed.

P.S. Your email address will not be shared or published.